WGSN aponta tendências para cozinha e banheiro

Ouça o podcast ou faça o download

Ouça abaixo a matéria que foi ao ar no rádio ou clique aqui para fazer o donwload:

 

Durante o primeiro dia do congresso HomeLife Summit, que aconteceu junto à feira Kitchen & Bath 2012, Andrea Bisker, diretora da WGSN para a América Latina, apresentou macrotendências que devem nortear designers de todo o mundo em suas criações. Ela falou à plateia repleta de arquitetos, empresários, lojistas e designers de interiores sobre as macrotendências de comportamento com foco em cozinha e banheiro.

Principal empresa de pesquisa de comportamento e tendências de estilo do mundo, a WGSN identificou três macrotendências que podem ser resumidas nas palavras presente, passado e futuro: a Idiomatic, com inspiração étnica, é um retorno à tradição; a Story of Now, como o nome sugere, agrega tendências inspiradas nas mudanças do presente; e a Wonderlab tem pegada futurista, com inspiração na ciência.

Explicamos, abaixo, como criar ambientes para cozinhas e salas de banho seguindo essas tendências.

IDIOMATIC

A Idiomatic retorna às raízes. Assim como grande parte dos movimentos atuais em design e lifestyle, ela reflete o pensamento pós-crise: o modelo de mundo massificado não deu certo, então é a hora de resgatar nossos valores e particularidades culturais. Assim, a Idiomatic surge como um novo olhar para o passado, para o regional.

O vídeo da WGSN explica quem é esse cliente e o que ele deseja:

“Vai chegar a hora em que todos vocês gostarão de ser chamados de provincianos”, brinca Andrea. Segundo ela, agora o regional é cool.E para dar esse toque étnico ao ambiente, não basta entender de cor e texturas: é preciso se aprofundar na cultura com a qual está trabalhando, afinal, para diversos povos, as cozinhas e salas de banho são verdadeiros santuários.

“O banheiro Idiomatic tem tudo a ver com prazer, e principalmente com o respeito aos rituais de cada cultura”, explica Andrea. Para montar uma sala de banho que siga essa tendência, invista em azulejos decorativos e materiais que remetam à cultura utilizada como referência.

A cozinha é eclética e traz influências artísticas e artesanais de países mediterrâneos, orientais e tropicais, como Espanha, Marrocos e México. As cores são quentes e os materiais são naturais, como madeira, cerâmica, pedra e metal martelado.

“Mais uma vez os múltiplos são chaves. Elementos tão simples como um bule se transformam em algo decorativo e especial”, explica Andrea. A mesa é o centro dessa cozinha. “Ela é solidamente feita e coberta de tecido desde os caminhos até as mantas. Suas cores vivas, mediterrâneas, melhoram os tons e os sabores dos alimentos”, diz a diretora da WGSN. “O dourado é um elemento super importante na decoração porque ele traz calor do chá à champagne que a gente serve”, completa.

STORY OF NOW

O presente não é um lugar de idealização, e as pesquisas da WGSN identificaram comportamentos que pretendem dar um novo olhar à atualidade, sem exageros ou romantismos. “Esses consumidores são os veneradores da realidade. Eles celebram o real, o mundano, e querem transmitir isso através da forma como se vestem, como vivem. Eles querem analisar a realidade de uma nova forma”, explica Andrea. Assim, não há espaço para grandes idealizações no ambiente que segue esse estilo.

O vídeo da WGSN explica quem é esse cliente e o que ele deseja:

A estética do Story of Now é industrial. Nos ambientes que seguem essa tendência, o digital encontra o analógico, e materiais naturais são combinados com ferro e metal. Os tons são os ultrapálidos e os neutros, como azuis e verdes suaves, cinzas e rosas cinzentos. O tom de papel branco, fresco, é bem importante para dar leveza à cartela de cores e o cinza é coringa, utilizado para tirar a doçura dos tons pasteis.

Um material muito utilizado para essa tendência, e que dá um aspecto moderno e interessante, é a madeira de papel. Feita de rolos de papel jornal reutilizado, é barata e resistente, e fornece um efeito colorido e delicado ao ambiente.

O banheiro é contemporâneo, com uma leve inspiração retrô. Nele, são misturadas texturas e cores sofisticadas. Os materiais utilizados são nobres, como madeira, cerâmica, pedra, algodão e mármore. As superfícies são lisas ou levemente texturizadas, sem muitos detalhes.

Os têxteis são estampados com listras simples ou desenhos geométricos pintados à mão, e os acessórios são feitos de materiais naturais como pedra, madeira e esponja.

A cozinha tem aspecto modernista industrial e nela se vê a mistura de madeira e metal, cor e laminado. O metal esmaltado é a peça-chave. “A sensação é de uma cozinha moderna, com uma vibe leve retrô e cores naturais, com ocasionais pasteis cinzentos”. Madeiras, metais escovados e fórmicas são predominantes, e os plásticos são usados com textura suave e macia, fosca.

A mesa é montada com materiais naturais que contrastam com cerâmica em cores escuras e profundas. “Texturas e detalhes moldados são importantes, e o natural da madeira e do mármore se destaca numa simplicidade decorativa”, explica Andrea. Os tecidos são simples, como toalhas brancas e azuis e panos desenhados. O azul-escuro é a cor destacada do Story of Now.

WONDERLAB

“A ciência é o saber de verdade. O Wonderlab valoriza o conhecimento raro sobre algum assunto, algo que só é permitido para quem tem um conhecimento profundo sobre alguma coisa”, explica Andrea. “A ciência é a nova fronteira do luxo, tanto para inspiração quanto para desenvolvimento de produtos”, afirma a diretora do WGSN.

O vídeo da WGSN explica quem é esse cliente e o que ele deseja:

A Wonderlab é a tendência futurista, inspirada na ciência e em ficção científica. Nela, pode-se abusar de cores, formas e de tecnologia. Cores vivas e tons médios são combinados com prata e cinzas neutros. Verdes ácidos, amarelos e azuis devem ser usados sem medo, com o intuito de parecer como se fossem “cores de outra galáxia”, segundo a palestrante. “No Wonderlab, o objetivo é maravilhar, encantar, tirar o consumidor de suas expectativas”.

Os móveis aparecem em tons escuros e brilhantes, e vidros e plásticos em formas irreverentes e tons saturados são essenciais para criar a atmosfera futurista.

O banheiro tem ares de ficção científica moderna. A cor é onipresente e usada em contrastes brilhantes ou em negro, através de blocos monocromáticos. Os materiais são high-tech e o brilho é predominante. Há uso de mosaicos e desenhos que parecem moleculares, obtido com azulejos e toalhas. Os acessórios, feitos de plástico, cerâmica ou vidro, recebem cores saturadas e transparência.

A cozinha é brilhante e de altíssima tecnologia. Uma geladeira de cor forte e tela touch-screen, por exemplo, é a cara do ambiente. Aços inoxidáveis, plásticos, acrílicos, transparências, esmaltes e cerâmicas, aparecem combinados e sempre em tons fortes. No Wonderlab, a cozinha é o espaço de experimentação de cor e forma por excelência.

Divertida, a mesa é repleta de produtos feitos de vidro colorido, que se assemelham a material de laboratório. “A mesa é o espaço para desfrutar de uma diversão sofisticada”, diz Andrea. Deve-se misturar cores, o que pode ser feito combinando diversas vasilhas. Mais uma vez a cor é solida, saturada, e aparece de forma ousada em cerâmicas e utensílios.

*Fotos: Celina Germer

Compartilhe:

  0% Lindo   0%

  0% Inovador   0%

  0% Criativo   0%

  0% Inspirador   0%

  0% Mais do mesmo   0%

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>