Hyundai Mostra Black comemora edição de 2012 com mais de dez horas de atividades

Espaço de Guilherme Torres recebe apresentação de DJs

Na próxima segunda-feira, dia 25 de junho, a Hyundai Mostra Black, que acontece no bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo, contará com uma programação especial. Batizado de Black Experience, comemora a edição de 2012 do evento, que até dia 30, é uma bela oportunidade de conhecer os ambientes da mostra.

A programação reúne 14 atividades culturais e gastronômicas e vai das 12h às 21h30. Haverá degustação de vinhos e outras bebidas, festival de sopa, palestras com arquitetos e até uma festa com DJs, que acontece no espaço projetado pelo arquiteto Guilherme Torres.

Confira a programação completa:

12h – Renata Seripieri – Abertura do Festival de Inverno do Terraço Itália, com 4 tipos de sopa para degustação

12h às 20h – Triplex – Pipoqueiro com carrinho estilizado

12h às 21h – Marina Linhares – Dicas de essências e aromatizadores para ambientes

14h às 21h30 – Christina Hamoui –Degustação de brigadeiros exóticos Nininha Sigrist

15h às 16h – Rodrigo Almeida – Palestra com Rodrigo Almeida sobre o paisagista Burle Marx

16h às 21h – Fernanda Marques – Degustação de vodca Grey Goose

17h às 19h – Alex Hanazaki – Degustação de cava ecológico Dionysius

17h0 às 20h30 – Guilherme Torres – Apresentação de DJs

18h às 21h – Ana Maria Vieira Santos – Degustação de Cava Chandon Rosé

18h às 21h30 – Claudia Pina – Barista com Terraço Espaço Hyundai

18h às 21h30 – David Bastos – Degustação de água de coco de tapioca

19h às 20h30 – Espaço Casa Vogue Debate com Paulo Franzine, sóciofundador da empresa Florestas Inteligentes

19h às 21h– Débora Aguiar – Degustação de Chandon Brut

19h30 às 21h30 – Rodrigo Oliveira – Degustação de vinho 1118 inicial tinto

Serviço

Black Experience

Data: 25 de junho de 2012

Local: Hyundai Mostra Black – Rua Professor Fonseca Rodrigues, 664, Alto de Pinheiros – São Paulo

Horário: das 12h às 21h30

Ingressos: R$ 100, à venda na bilheteria da Hyundai Mostra Black

www.mostrablack.com.br

Compartilhe:

Hyundai Mostra Black

A Hyundai Mostra Black foi prorrogada até dia 30 de junho, e agora conta com uma promoção: nas últimas semanas, ela funcionará também às segundas-feiras e, quem visitar o evento nesse dia, ganha 50% de desconto na entrada do acompanhante.

Realizada em São Paulo, a mostra reúne os melhores profissionais da arquitetura, design de interiores e paisagismo nacionais. A novidade neste ano é o restaurante com serviço do Terraço Itália, assinado pela designer de interiores Renata Seripieri, que possui menu exclusivo para a mostra.

Compartilhe:

Mostra Black recebe exposição conceitual de fotografia

Ouça abaixo a matéria que foi ao ar no rádio ou clique aqui para fazer o donwload:

 

“Olha, descobre este segredo: uma coisa são duas – ela mesma e sua imagem. (…) Não pode haver melhor uso da fotografia do que este de alimentar-nos da porção perdida de nossa alma”. Essas muito bem traçadas linhas foram escritas por Carlos Drummond de Andrade após sair deslumbrado de uma exposição de fotografia em Paris.

Inspirado pelo poeta, o fotógrafo Eder Chiodetto montou a exposição “Dois São Um”, exibida no Espaço Casa Vogue, dentro da Mostra Black. O curador, que foi editor de fotografia da Folha de S. Paulo durante 13 anos, fez uma seleção de fotos delicadas, que invocam memórias e representam sentimentos.

“A fotografia é muito hábil para trabalhar com metáforas. Você quer falar de sentimentos complexos e às vezes não visíveis, como solidão, amor, tesão. Como vai representar isso pela imagem? Só através de uma busca de metáforas, de atmosferas que a gente coloca dentro da imagem que está compondo, que conseguem, num nível de vínculo mais subjetivo conectar a gente com essas questões”, declara.

As fotos nasceram dos grupos de fotografia comandados por Chiodetto, que reúnem profissionais interessados em montar um trabalho mais autoral e ensaístico. Um dos desafios semanais proposto por ele foi criar fotos que remetessem a metáforas e levassem cada espectador a fazer sua leitura pessoal. “A fotografia é um signo aberto, ela é um enigma que se apresenta para a gente e nós automaticamente começamos um processo de buscar significado”.

Para isso, a interpretação feita por Drummond de como a fotografia pode ganhar diversos significados caiu como uma luva. “Foi justamente essa provocação que eu coloquei para esse grupo de artistas, a frase do Drummond, para que cada um buscasse, dentro da sua produção, novas possibilidades, pensando na capacidade de a fotografia se descolar do referente e ganhar uma nova autonomia”.

Outro gênio criativo, o pintor René Magritte, fez algo parecido no famoso quadro “Ceci n’est pas une pipe”, onde escreveu abaixo da pintura de um cachimbo a frase “isso não é um cachimbo”. Ambos queriam explicar, de maneira poética, um dos princípios da semiótica: a representação de um objeto não se encerra no objeto em si. Ela é um signo aberto, que pode ser interpretado por cada pessoa de uma forma diferente, de acordo com suas experiências de vida.

Uma vez na Mostra Black, que já é um banquete visual por causa de seus ambientes incríveis, vale a pena passar no Espaço Casa Vogue e conferir esse exposição que vai te levar a uma viagem interior e estreitar suas relações com as imagens.

Serviço

Exposição “Dois São Um”

Data: de 22 de maio até 24 de junho de 2012

Endereço: Hyundai Mostra Black – Rua Professor Fonseca Rodrigues, 664, Alto de Pinheiro – São Paulo

Horário: de terça a sábado das 11h30 às 21h30; domingo das 11h às 19h

Ingressos: R$ 100 inteira; R$ 50 meia.

www.mostrablack.com.br

 

Compartilhe:

Mostra Black: Jorge Elias cria ambiente inspirado em uma única parede

Ouça abaixo a matéria que foi ao ar no rádio ou clique aqui para fazer o donwload:

 

Um dos ambientes que chamaram atenção em durante nossa visita à Hyundai Mostra Black 2012 foi a sala criada por Jorge Elias.

Durante entrevista exclusiva com o Living Design, o arquiteto revelou levou dois dias para criar o espaço que, originalmente, era um hall. “Eu poderia fazer o que quisesse, porque não há obrigação de usar os espaços da maneira como eles são indicados. Acabei fazendo uma sala íntima, que acho que é uma das coisas mais agradáveis que se pode ter numa casa. É uma sala aconchegante, onde todo mundo conversa”.

O evento acontece em uma casa modernista dos anos 1960, assinada pelos arquitetos Rocha Diniz e Sidonio Porto, e Jorge acabou sendo presenteado com uma parede original da casa, muito bem preservada e de certa forma familiar ao arquiteto. “Esse mármore não existe mais, é um mármore brasileiro incrível, que não devia ter parado de ser extraído. Eu usei muito no começo da minha carreira”, revela.

Como o lugar era originalmente um hall, portanto um ambiente fechado, Jorge utilizou persianas nas outras paredes. “Existe só uma parede como elemento, o resto seriam vidros dando uma vista”, explica. “Tudo foi feito em função da parede, que foi o ponto de partida para todos os elementos de desfoque, de foque e de não contraponto. É uma coisa que eu nunca tinha imaginado, fazer uma arquitetura em que uma parede seja suficiente para você ter um super décor”.

À esse conceito, Jorge deu o nome de “arquitetura de uma única parede”. A peça de mármore também serviu como inspiração para a paleta de cores do local e ainda garantiu uma simetria perfeita ao ambiente: tudo que tem de um lado, tem do outro. “Os objetos foram pensados em função de que a parede fosse debruçada sob o local”, afirma.

Para aproveitá-la, o arquiteto resolveu não pendurou quadros. “Tudo o que eu imaginei de arte era menos em relação ao efeito que essa parede tem”, explicou. Completando o décor, ele utilizou um tapete neutro e móveis luxuosos, como poltronas do século 18, mesa de centro Giacometti e um sofá desenhado por ele mesmo e inspirado em Givenchy.

“Posso definir [esse ambiente] como uma aula de decoração. Sobre como você pode usar cores e elementos que se fundem e dão um equilíbrio agradável”, resume.

Outra característica da sala é a atmosfera “high-low”, que foi um desafio para o arquiteto. “É um ambiente minimal e ao mesmo tempo maximal, em função de a arquitetura ser muito limpa, que não é o que eu pratico. A arquitetura não tem um friso, não tem nada. É só o piso e uma parede, o resto é acervo, é o conforto do sofá, o luxo que contrasta com o simples. Tudo é muito simples e ao mesmo tempo muito luxuoso, com tecidos de companhias da Índia, escultura de Pórfiro, arte africana e flores brasileiras”.

Para dar um toque pessoal ao espaço, o arquiteto também utilizou revistas e livros que ele costuma ler no quarto, seu ambiente preferido da casa. E aqui, mais uma vez, aparece o contraste que dá o tom da sala. “Geralmente as pessoas colocam livros para mostrar que são cultas. Aqui tem a leitura da semana, tirei do meu quarto, onde eu fico, onde eu passo a maior parte do tempo quando estou em casa. Os livros são leitura de cabeceira. Tem a bíblia, porque eu sou católico. Tem bíblia mas tem sexo, porque ninguém está imune a isso”, brinca.

Para finalizar, Jorge Elias deixa sua opinião sobre o que faz diferença na decoração. “Sempre digo para os meus clientes que o clima, a alma é mais importante que os acabamentos caros. Não acho bacana gastar com coisa muito ostensiva, prefiro que as coisas tenham conteúdo e uma quantidade de acervo pessoal. Esse ambiente mostra que você não precisa gastar com a caixa. Você pode fazer uma caixa neutra, simples, e gastar com móveis legais. Investe em dois elementos bons e pode deixar o resto todo neutro, barato.”

Serviço

Hyundai Mostra Black 2012

Data: de 22 de maio até 24 de junho de 2012

Endereço: Rua Professor Fonseca Rodrigues, 664, Alto de Pinheiro – São Paulo

Horário: de terça a sábado das 11h30 às 21h30; domingo das 11h às 19h

Ingressos: R$ 100 inteira; R$ 50 meia.

www.mostrablack.com.br

Compartilhe:

Começa hoje a segunda edição da Mostra Black

Ouça abaixo a matéria que foi ao ar no rádio ou clique aqui para fazer o donwload:

 

Começa hoje e acontece até o dia 24 de, em São Paulo, a segunda edição da luxuosa exposição de decoração Hyundai Mostra Black, apresentando propostas únicas de ambientações tanto indoor quanto outdoor e reunindo os melhores profissionais de arquitetura, design de interiores e paisagismo nacionais.

João Armentano

O evento realizado pela empresária Raquel Silveira valoriza o design e a qualidade e foi sucesso de público e crítica na edição de estreia em 2011 e, já se tornou, uma das principais vitrines de tendências do mercado brasileiro de decoração.

Roberto Migotto

Nessa edição a curadoria continua com o organizador de eventos Sergio Zobaran, os projetos são exibidos em uma emblemática residência modernista da década de 1960, localizada em um terreno de 5.100m² no bairro de Alto de Pinheiros e que foi projetada pelos arquitetos Raimundo da Rocha Diniz e Sidonio Porto.

Guilherme Torres

A Hyundai Mostra Black 2012 conta com a estreia de renomados profissionais como André Piva, além de Beto Galvez e Nórea de Vitto, Christina Hamoui, Debora Aguiar, Gilberto Elkis, Guilherme Torres, Marina Linhares, Rodrigo Almeida, Rodrigo Oliveira e a Triplex Arquitetura.

André Piva

Também estão presentes importantes profissionais que participaram da mostra no ano passado como Sig Bergamin, Roberto Migotto, João Armentano, Fernanda Marques, Alex Hanazaki, Ana Maria Vieira Santos, Dado Castello Branco, David Bastos, Jorge Elias, Luiz Carlos Orsini, Murilo Lomas, Renata Seripieri, entre outros.

Jorge Elias

O Living Design teve a oportunidade de visitar o preview da mostra e achou tudo lindíssimo e trará diversas matérias de cobertura do evento. Acompanhe aqui no portal.

Serviço

Hyundai Mostra Black 2012

Data: de 22 de maio até 24 de junho de 2012

Endereço: Rua Professor Fonseca Rodrigues, 664, Alto de Pinheiro – São Paulo

Horário: de terça a sábado das 11h30 às 21h30; domingo das 11h às 19h

Ingressos: R$ 100 (estudantes, idosos, professores da rede publica estadual e portadores de deficiências e necessidades especiais pagam meia entrada)

www.mostrablack.com.br

 

Compartilhe: